13 dezembro 2008

Chamando Deus de Pai


Pai, eu sei que teu silêncio, só, me basta

Que o teu calar diz mais do que palavras

Mas sabes no momento que eu preciso ouvir

Ouvir tua voz

Pai, eu sei que errei e quero te pedir perdão

Talvez o teu silêncio seja a correção

Talvez eu não esteja tão maduro assim

Pra te ouvir falarPai, desesperado eu clamo tua compaixão

Não posso suportar a dor da solidão

Sussurra ao menos algo ao meu coração, e então

Me diz, qual é o meu caminho, minha direção

Minh'alma está gritando, pronta pra te ouvir

Renunciei minha vida e hoje estou aqui

Fala ao meu coração, as coisas do teu coração

Se tua palavra me fizer chorar, sei que é por amor

Quebra o silêncio então, toca-me com tua mão

Fala com tua voz de Pai, dá-me a tua paz

Filho, eu sempre estou falando pra quem quer ouvir

E mesmo se eu não falo, sempre estou aqui

Até quando descanso, olho por ti

Por ti filho, se a vida te machuca, sofro por ti

Carrego-te nos braços, pode crer

Confia teu futuro em minhas mãos

Filho meu

Sim, esqueça o teu passado, já te perdoei

Por tantas vezes tua vida eu restaurei

Sou eu quem te renova e te faz feliz, feliz

Não, não fique assim gritando, pois já estou aqui

Faça silencio em torno do teu coração

O meu falar é baixo, podes não me ouvir

Dá-me teu coração, as dores do teu coração

Se minha palavra te fizer chorar, saiba é por amor

Dá-me teu coração, as dores do teu coração

Falo com minha voz de Pai, dou-te a minha paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário