31 dezembro 2008

Menos sal e mais saúde


O sal de cozinha é um nutriente obrigatório na dieta de qualquer pessoa, mas é preciso cautela. O cloreto de sódio é responsável por males perigosos como hipertensão e doenças cardiovasculares.

Uma pessoa deve ingerir no máximo 5 gramas de sal por dia, o equivalente a uma colher rasa das de chá do alimento. Mas o brasileiro consome diariamente quase o dobro disso, principalmente porque o cloreto de sódio está presente em muitos alimentos industrializados.

Existem várias possibilidades para você diminuir o consumo de sal de sua alimentação. Afinal, os alimentos que ingerimos na forma natural, sem adição de sal, já contêm uma pequena quantidade, suficiente para suprir nossas necessidades do nutriente.

Confira algumas dicas:

• Deixe o saleiro fora de seu alcance durante as refeições. O ideal é guardá-lo no armário e não colocá-lo à mesa.

• Dê mais sabor ao seu cardápio, misturando alguns temperos saborosos, como os marinados, vinagres balsâmicos, vinagres de fruta, alho, sucos cítricos, ervas e temperos aromáticos (como sementes de coentro, sementes de cominho, pimenta, alecrim em pó, tomilho e orégano).

• Atenção ao rótulo: o sal pode vir disfarçado de sódio, cloreto de sódio, glutamato monossódico ou bicarbonato de sódio.

• Use margarina sem sal.

• Cuidado com os condimentos comerciais como mostarda, ketchup, molhos prontos para saladas e outros.

• Comidas de restaurantes fastfood são freqüentemente ricas em sódio (apenas um sanduíche pode chegar a ter a quantidade que você necessita do nutriente por dia). Evite-as ou escolha uma porção pequena.

Fonte: Revista Viva Saúde


Nenhum comentário:

Postar um comentário