27 abril 2009

Ele está chegando. Uruu.


Como você faz falta viu! Nossa, embora eu queria que continuasse ai, mas Deus escreve certo por linhas tortas mesmo. Ele sabe o que é melhor pra gente. Muitas vezes fazemos nossos planos, mas vem Ele e muda a história toda. (Embora você não acredite, é assim, e não discuta comigo viu!?)

Sim! Mas quanta falta tu faz! A casa parece que viajou todo mundo, é acho que foi isso viajaram cada um pro seu mundinho interior.
E ai tudo ficou cinza sem você, ficou também sem melodia.

Afs! Isso foi o pior. Não ver mais aquele violão tocando ao som de tua voz, e a casa estrondando com seus gritinhos de AC/DC.
O silêncio tomou conta [...]


E só assim vi que tua presença era essencial para nós, você é a chave de tudo naquela casa, e olha que é o mais novo.
Nos primeiros dias foram difíceis demais. Mame até chorava, ali é uma manteiga derretida, logo vi quem puxei. E dali pra cá não teve um só dia que seu nome não fosse dito por todos da casa.
Quando a saudade apertava, eu entrava pro quarto trancava a porta e fazia uma oração por você e por todos que estão te acolhendo ai.
Somos gratos por ter você. És um ser muito querido. Por onde passa deixa seu rastro. Estrela de brilho forte.


Engraçado que somos muitas vezes reconhecidos na rua como parentes de Bugatti. Parece até que por muitas vezes não temos nome, (Risos!), mas nunca nos incomodamos com isso. Nunca vi alguém falar mau de você. E o difícil é você criticar alguém, chega a ser quase que impossível.
Pessoas falam bem de você o tempo todo que enjoa, (Risos!).
Lógico, pois sabemos o quanto és amável, e agradável sua presença. (Quer dizer somente nós dois que não conseguimos quase sempre compartilhar o mesmo espaço, coisa de irmão, deve ser né?).

Seus amigos disseram que á partir do dia 08 volta a frequentar lá em casa, são uns ordizinhos mesmo, (Risos!).

Admiro muito esta sua garra, essa sua persistência, fechado algumas vezes, mas basta pouco pra percebermos que você só precisa de espaço, e tempo para desenvolver suas habilidades, que por sinal são muitas; escreve bem, faz músicas interessantíssimas, canta e toca muito bem. Fora a sua simplicidade de tocar bateria e cantar ao mesmo tempo, quanta coordenação, olhando parece até que é a caisa mais fácil do mundo. E toca violão super bem.

È do tipo que não segue diálogos de ninguém, tem suas próprias opiniões e se não o aceitarem ele arruma as coisas e vai embora, sem a menor preocupação.

Prefere divulgar seu trabalho, o que tem de bom, dó que seguir cantores existentes.
Tem uma maneira muito otimista de ver as coisas, não se abala muito mas tenho certeza de que sente, da maneira dele, mas sente [...]
Ah uma coisa ele fala. "Eu não estou preocupado com fama".

Precisa ver a criatura assistindo filme de terror, (com uma vasilha imensa de pipoca, que ele mesmo faz, com direito e sabores variados), fica rindo, dá pra imagina? Mas quando alguns o assusta lá vem ele, “Lú posso dormi no seu quarto”. Por muitas vezes ouvi isso, e confesso que também já fiz isso (Risos!).
Mas é um menino forte, depois de uns copos de vinho então, fica mais corajoso ainda. Lembrei de sua coleção de vinhos e cervejas importadas, que não duraram muito tempo. (Risos!).


Pois é moleque, mocórongozinho, preto, Bugatti, Thi [...] Não importa de que forma, mas ainda ouviremos falar de você e de suas belas composições. Fora seu livro que aguardo ansiosa.
Nessa família só tem artista, (Risos!).
Acredito que terás um futuro brilhante!


Te amo!!

Confere ai o blog dele: http://thidudeopa.blogspot.com/
MySpace: http://www.myspace.com/thiduopa onde tem uma de suas composições feita na Noruega.
E os videos:
http://www.youtube.com/watch?v=yYw8RhTRMVc
http://www.youtube.com/watch?v=1uApaSyI0c0
http://www.youtube.com/watch?v=gNTS5uu3tfo
http://www.youtube.com/watch?v=2zLKkfEO91E&feature=related

(L.D.)
*
*
*

Recorda-nos...

As nossas brincadeiras
As nossas travessuras
As conversas de noites inteiras
O som das gargalhadas no travesseiro abafadas
A cumplícidade no olhar
Os sonhos que sonhamos
O futuro que idealizamos
As lições que das dificuldades tiramos
Sonhos perdidos no tempo
Sonhos que ficaram para sempre
Reflete, e vê
Nada mudou, só o tempo passou
Eu sou a mesma
A brisa que toca teu corpo, sou eu!
O sol que te aquece, sou eu!
A água das chuvas que leva tuas mágoas, sou eu!
Eu sou aquela que te ama
Eu sou aquela que te apoia
Eu sou aquela que a distância não separa
Eu sou aquela que nunca te abandona
E tu...
Tu és, amigo, fiel, companheiro...
Tu és o mano mais novo, que me protege
Tu és minha vida, minha alegria
Tu és minha estrela guia
Tu és...
Meu irmão.

(Ana Simões)
*
*
*
Sim baby blue! Depois disso você me paga tudo que me deve não é mesmo?
(Risos!)
*
*

Nenhum comentário:

Postar um comentário