05 junho 2009

Nada importa


Não importa se você não vem pra ficar
Se a música não toca toda
Se não vejo seu sorriso
Se você não liga
Não importa se para você não tem explicação
Nada disso realmente importa se não sei quem és

Eu dou continuidade aqui sem saber de ti
Longe da multidão
No meu quarto quase escuro a luz do abajur
Com minhas letras tortas
Com minhas rimas sem nexo
Quando na verdade nem precisa de nexo

Só quando nossos corpos se encontrarem é que tudo fará sentido
Naquele momento o mundo irá parar
Tudo se encaixará
E ali a gente escreve a nossa história sem muita pressa
Porque o resto é apenas resto, se tornando falsificação.
E a nossa historia não precisará mesmo de explicação.

(L.D.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário