11 dezembro 2009

30 aninhos!!!



Dia 16 de dezembro, quarta-feira, A MENINA QUE QUERIA FICAR NO LUGAR DO GIRASSOL, fará 30 anos, a mesma que nasceu na paz de um beija-flor em verso e voz de amor e criada com toda delicadeza (...)


Parando agora no tempo pra pensar sobre isso até me assustei com tamanha rapidez do tempo, e do pouco que fiz. Mas a parte que fico mais feliz é quando vejo meu rosto no espelho, quando presto atenção em meu jeito, minhas manias e até defeitos, me sinto uma criança madura, estranho isso não? Pois é, me sinto feliz do tempo ter passado dessa forma e eu com carinha de 20 (...), ta bom 22, é (...) 23 (Risos!).


Meu espírito ainda não está preparado pra enfrentar os 30 não, (Risos!)
Mas estou satisfeita com o amadurecimento que a vida me trouxe, não quero nunca voltar o tempo, cada dia que vivo e que descubro coisas novas, ou que me conheço mais, mais tenho sede de viver.


Idade boa essa de 30, que nos faz seguros de si, como diz meu pai só depois dos 30 que você vai saber o que quer da vida e começar realmente a viver, e num é que ele tem razão (Risos!).
Mulheres de 30 pensam mais antes de falar, prestam atenção em suas angustias, não demonstram mais certos tipos de sentimentos insanos, ou tamanha carência, elas conseguem viver só, querem apenas um colo pra descansar no fim do dia, depois de muito trabalho, penso que talvez seja a esperança, essa eu acho que se perde com a chegada dos 30, vivemos mais ao invés de nos iludirmos, não nos apaixonamos mais, amores impossíveis ficaram na adolescência, apostamos na cumplicidade, no prazer de uma boa companhia, vivendo o hoje bem porque o amanhã não nos cabe dizer se vem (...)


Só sei que nos sentimos mais confiante com a chegada dos 30, como vi falar uma vez, mulher de 30 pode tudo, um biquinizinho bem pequenininho ou um colar, tudo fica lindo, ainda mais se estiver em forma, (Risos!).
É como acordar com o pé direito, e fazer do dia o mais feliz, ser madura o suficiente pra abrir a boca somente quando tem certeza se isso ou aquilo vai acrescentar felicidade ou crescimento, nessa idade corremos atrás de todas as felicidades possíveis que possam vir somar na nossa vida algo bom, novo e concreto, não idealizamos muito, não perdemos muito tempo sonhando, mas ao mesmo tempo somos pacientes, sabemos aguardar e no fundo, bem lá no fundinho acreditar que tudo vai dar certo.


Não penso que estou no limiar de algo grave, tudo bem que assusta um pouco, afinal 30 é muita coisa, (Risos!). Mas nada vai mudar, quaro continuar com meu espírito de criança, quero me encher de doces e sorvete de morango, (Risos!), quero passear e me divertir com as crianças até o ponto de me perder entre elas.


Agora acredito ser uma iniciação, um ato inaugural, fazer 30 anos é coisa fina, (Risos!) é a hora de provar tudo com gostinho do sabor de mel, e descobrir o sabor que tem a eternidade, já que todos os sentidos ficam mais aguçados nos fazendo sentir prazeres indivisíveis em todos os momentos.
30 anos assim não é para qualquer um, simplesmente é descobrir-se no tempo.


Luciana Dutra.




"Fazer 30 anos é passar da reta à curva.
Fazer 30 anos é passar da quantidade à qualidade.
Fazer 30 anos é passar do espaço ao tempo.
É quando se operam maravilhas como a um cego em Jericó.Fazer 30 anos é mais do que chegar ao primeiro grande patamar.
É mais que poder olhar pra trás.
Chegar aos 30 é hora de se abismar.
Por isto é necessário ter asas, e sobre o abismo voar".

O texto acima foi extraído do livro "A Mulher Madura",
Editora Rocco - Rio de Janeiro, 1986.
*
*
*
"Levanta-te vento norte, e vem tu, vento sul:
assopra no meu jardim,
para que se derramem os seus aromas!"
(Cantares)
*
*
*

3 comentários:

  1. AMEI!!!!!

    Perfeito miga.. aos 30 tudo é tão seguro e mais nitido... fase perfeita...
    Parabens para você, chegou aqui agora é so viver as infinitas emoções deste periodo tao especial...
    VIVA OS 30!

    ResponderExcluir