18 janeiro 2014

O presente é meu!



Hoje foi aniversário de uma das pessoas mais importantes da minha vida...
Como gostar de você tão rápido assim?! Não tem um ano que chegou na minha vida, e já é prioridade em muitos dos meus momentos...
Chegou em meio a tempestade, em um momento conturbado que estávamos passando, creio que foi pra nos trazer alívio, pra amenizar nossa dor...
Você é a saudade do que não vivi com sua mãe (minha irmã), você é o perdão que obtive dela, você é a esperança de dias melhores, você foi  o proposito que levou sua mãe a aceitar Jesus, você é a alegria que faltava em nossos dias...
Lembro-me do dia que chegou, correu pros meus braços e me deu um abraço tão forte, mas tão forte, que fiquei emocionada, era como se estivesse muito tempo sem me ver, com muita saudade, até pensaria isso, mas não nos conhecíamos ainda... Aquele abraço me marcou! Agarrei você em meus braços, com força, com vontade, como o melhor presente que eu poderia receber, pois quando percebi o seu jeitinho amável, soube ali, que viria para mudar meus dias...
Mas conforme o tempo, confesso que não soube direito o que fazer, o que falar, pensei que meus dias seriam difíceis, pensei que diante de toda a situação e o falecimento de sua mãe (minha irmã) eu não saberia cuidar de você, mas Deus foi me capacitando e ainda continua... Mas de lá pra cá, escuto muitas, muitas declarações vindas da sua parte, e creio que isso é resultado do que estou sendo para você. Você me abraça e diz que me ama inúmeras e incontáveis vezes ao dia, você se emociona comigo, a gente briga, eu te ensino, te aconselho, você me corrige e juntos vamos crescendo... Você diz que se sente forte; em suas palavras; tia Lú agora eu sinto que eu tenho uma forteza bem grande, porque eu tenho você...  Você diz que me ama no amor de um milhão de mundos, porque um mundo é pouco demais, e amor pouco é pequeno demais, e é igual a nada... Fora os bilhetes que deixa em minha bolsa, no meu quarto, e um desses havia escrito; “vira minha mãe, porque minha mãe morreu.” E ainda diz que sujou meu nome na escola, porque falou pra todos que eu sou sua mãe... Isso é forte demais pra mim!
Que Deus continue me capacitando, e trabalhando em nosso coraçãozinho, porque chegar todos os dias do trabalho e sentar com você para conversar, orar, ouvir músicas... não tem preço... De fato virei mãe, sem ter tido um filho. Ainda!! E te considero como meu filho!
Te amo Rique!

___Lú Dutra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário