07 maio 2009

Decepção.



Cada dia que passa vejo o quanto o ser humano me surpreende, principalmente aqueles que estão ao meu lado, se fingindo de amigos o tempo todo, nossa, estou cercada de tantas pessoas falsas, e o pior você confia anos na pessoa, depois de tantos momentos juntas, tantas confissões. Quanta decepção!
É impressionante como são sórdidas essas pessoas.
Não sei mais como conviver com isso (...)
Sinto falta de um ombro amigo, daquela amizade boa da infância, onde tudo era segredo. Hoje a vida da gente está mais do que nunca está um livro aberto, ninguém mais respeita a induvidualidade do outro, poxa vida, amigo é aquele que te respeita do jeito que você é.
A inveja é algo fora do comum, ninguém nunca foi feliz assim, será que não perecebe?
A gente quebra a cara, mas damos meia volta e acreditamos que ainda é possivel, nos entregamos a esse sentimento que nem sabemos de onde vem, quais suas intenções e para onde vai.
No fundo precisamos disso, gostamos de viver em companhia, mesmo quando essas pessoas querem nos degolar (...)
Vivo assim fugindo, tentando me salvar o tempo todo(...)
A minha esperança de ainda ter essas pessoas ao meu lado é de que um dia elas se concertem, acredito que todos têm direito a segundas, terceiras(...) infinitas chances(...) Affs(...)
Vivendo e aprendedo.

(L.D.)
11/02/2009

2 comentários:

  1. Lu (ainda não possuo autorização para te chamar assim e se não a tiver, me perdoa sim)

    Conviver com pessoas, infelizmente, é assim mesmo... É se dececpionar... É se frustrar... mas também, é se emocionar.

    Mas temos que amar, porque não amar, é o maior de todos os sofrimentos!

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente com você Lu... Já passei por isso e por mais que não queira, tenho em mim a sensação que ainda poderá acontecer outras vezes...
    Mas o bom mesmo é saber que tais pessoas continuarão existindo e insistindo na sua própria mediocridade. Enquanto isso minha flor, a gente sempre sai mais forte dessas situações!!!
    Beijocasss... ;)

    ResponderExcluir