15 março 2012

Espero em Ti Senhor!


Não deixo jamais de acreditar em Deus, mas a minha decepção, assim como a de Abraão, não é com Ele, e sim com o tempo em que Ele determina para que suas promessas se cumpram em minha vida.
Aguardo confiante Suas promessas, confesso que meio impaciente, ansiosa e triste em alguns momentos...
Às vezes achamos que Deus é como um restaurante de fast food, ou uma sorveteria self-service, rápido, no nosso tempo, e do jeito que queremos.
Quando Deus falou com Abraão pra sair do meio de sua família, ele obedeceu rapidamente achando que sua promessa seria cumprida logo depois, mas não foi assim, e quando caiu à ficha o tempo parecia distante, e sua promessa esquecida, e assim veio a incerteza, a tristeza o medo de que não daria mais certo...
O tempo é meu, mas o tempo de realização das promessas é dEle.
Ele sabe o momento certo de entregar as promessas, Ele não é homem para que minta nem tão pouco filho do homem para que se arrependa.
Por acaso diria Ele e não faria?
Jamais! Pois mesmo que uma mãe venha a se esquecer do filho que mama, Ele jamais me esqueceria, porque Ele é fiel e justo para que se cumpram todas as promessas.
O tempo dEle a meu favor, eu creio que já está reservado na agenda divina.
“Depois destas coisas veio à palavra do SENHOR a Abrão em visão, dizendo: Não temas, Abrão, eu sou o teu escudo, o teu grandíssimo galardão”. (Gênesis 15:1).Com certeza valerá a pena esperar!
L.D.



Nenhum comentário:

Postar um comentário