12 maio 2012

Dias melhores virão.



Depois de muito tempo, me dei conta de que eu não existia mais, aquela menina que tinha 14 anos não existia mais, aquela inocência aquela pureza, a amizade, não existia mais, a partir do momento que fui vivendo, me permitindo a passar por diversas situações eu fui deixando um pouco disso em cada pessoa, e pegando um pouco de cada uma delas pra mim, até se esquecer de mim, até que a minha identidade fosse mudada, fui adquirindo bagagens pra minha vida não muito boas, com isso vieram tantos sentimentos ruins, tanta amargura, tanta tristeza, e cada vez mais eu ia me perdendo e não conseguia me achar mais...
Anos se passaram e agora eu me sinto na obrigação de cair na real, preciso abandonar os velhos costumes, abandonar essa carga que levo de tantos anos, preciso me perdoar por ter me tornado uma pessoa ingrata, mesquinha, arrogante, preciso me perdoar por não ter feito nada da vida, por ter feito muitas escolhas erradas, e ter dado um destino pra minha vida que não me agrada nada até agora, preciso me perdoar por ter estado inteira em todas as situações vividas. Será que dei muito de mim?
Não é difícil encontrar em meu coração o desejo de me doar as pessoas, de ser inteira em todas as situações. Penso assim; ou você é, ou não é, meio termo não existe... Mas o que tenho percebido é que isso tem atrapalhado a minha vida, o meu propósito com Deus, Quando me dôo ao próximo sinto que fujo da realidade e não me desenvolvo na situação que sempre sonho, e quando esse amor é desculpa para não encarar minha essência e reconhecer meu limites, eu encontro a minha vida... Procuro dar um sentido na minha vida de alguma forma vivendo coisas que não são do agrado de Deus, e acabo por perdê-la, como Jesus me alertou.
Eu acredito que Deus esta me dando uma chance de mudança, e pra melhor, estou redescobrindo o sentido de amar a mim mesma, quero pensar só em mim, quero apaixonar por mim, mesmo com os meus defeitos, quero dar um novo sentido pro meu destino, mudar toda essa história... Eu sei que posso ser melhor, mas hoje estou dando tudo de mim... Creio que isso tudo é um presente de Deus, é uma graça divina Ele ter-me feito perceber minhas falhas... Ainda bem que Te conheci Senhor e me fizeste ter consciência desses dias maus, e de ter a certeza de que se estivesse sem Ti do meu lado estaria bem pior...
Aos poucos eu estou abandonando essa bagagem, e sou obrigada a deixar muitas coisas e pessoas para trás, porque eu sou mais importante nesse momento... Sei que estou em um momento que não tenho muitas forças, mas tenho certeza de que Deus está me carregando no colo, me puxando por uma corda, me empurrando para o meu propósito, Ele jamais desistirá de mim...
A palavra de Deus diz que não somos donos da nossa vida, então a partir de agora faço o que deveria ter feito há muito tempo atrás; Te dou a minha vida Senhor, me entrego inteiramente como sacrifício vivo de justiça ao seu altar, não posso decidir certas coisas que só o Senhor pode decidir, venha me esvaziar de tudo, quero dar espaço pras coisas novas, quero deixar qualquer medo que venha de lado e me permitir viver o novo,  benditos são aqueles que sofrem por se depararem com suas condições tão fracas e pecaminosas e entrega toda a sua vida para Ele.
Obrigada Senhor por não ter amigos (pessoas) do meu lado nesse momento, e poder viver um pouco da reflexão de mim mesma, das minhas lembranças, da bagagem que venho tanto tempo me permitindo a carregar... Isso me leva a conhecer mais a mim mesma e me relacionar melhor conTigo.
Chegou a hora de abandonar as minhas forças e confiar somente em Ti
O passado é a minha experiência e o futuro é minha esperança de dias melhores!

Luciana Dutra

Nenhum comentário:

Postar um comentário